Páginas

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Bring the frustration!!!

Se você acha que seu trabalho é bom por dimais, não tem nada de errado com isso. Aproveite esse momento, sério! Mas não deixa que dure muito tempo e busque a frustração. Essa não é uma receita para a tristeza com vc mesmo, mas um caminho pra evolução. A frustração é o entendimento de o quanto vc pode ser melhor e isso é combustível pra buscar ser melhor.

Hj é o dia da semana para repensarmos nossa arte! Livro Altamente recomendado:



Pelos Jardins de Boboli - Reflexões sobre a arte de ilustrar -Rui de Oliveira.

http://twixar.com/cYpgA7uNW5


Pra quem não vai comprar ou pra quem vai comprar e não vai ler o livro fala que o Ilustrador traduz o texto em imagem, e muito mais do que narrar o texto ele deve ser a sombra do texto em um conjunto de significados que instiguem a imaginação e façam a ilustração ter conexão visceral com texto-imagem.

Bom, eu entendi assim.

Exercício do dia: Tente ilustrar o Texto de um maneira que instigue a imaginação do leitor, como um sonho lúcido e tente evoluir sua linguagem até a imaginação de uma criança:

Porquinho-da-Índia

Quando eu tinha seis anos
Ganhei um porquinho-da-índia.
Que dor de coração eu tinha
Porque o bichinho só queria estar debaixo do fogão!
Levava ele pra sala
Pra os lugares mais bonitos, mais limpinhos,
Ele não se importava:
Queria era estar debaixo do fogão.
Não fazia caso nenhum das minhas ternurinhas...
- O meu porquinho-da-índia foi a minha primeira namorada.

Manuel Bandeira


lustradore do dia: John Bauer.


Nenhum comentário: